Projeto interinstitucional irá estabelecer áreas prioritárias para recuperação de mananciais de abastecimento público em Goiás

Servidores da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) participaram, nesta quinta-feira (23/01), de reunião do grupo interinstitucional formado para elaboração de um projeto de recuperação ambiental de bacias hidrográficas no Estado de Goiás.

O grupo é composto por técnicos e servidores da Semad, da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Saneago e Ministério Público.

A ideia é que o projeto, que ainda está em fase inicial de elaboração, seja uma forma de adequar as propriedades rurais à legislação ambiental, promovendo a recuperação das bacias onde estão inseridos os principais mananciais de abastecimento público, ao mesmo tempo em que auxiliem no incremento de renda dos produtores.

Os primeiros passos do grupo foi levantar os municípios que têm situação mais crítica atualmente, de forma a eleger três para receberem o projeto piloto que servirá de base para futuras implementações em todas as regiões do Estado.

Segundo a secretária Andréa Vulcanis, o projeto inova ao trazer uma mudança de cultura na relação entre gestão ambiental e o setor rural. “É preciso entender e estabelecer a ideia de que a recarga hídrica nos mananciais significa dinheiro, mais produção. Sustentabilidade tem uma relação íntima com fortalecimento econômico e o Governo de Goiás entende isso como estratégico para os próximos anos”, detalhou.