Andréa Vulcanis explica o papel de uma Secretaria do Meio Ambiente para o desenvolvimento do Estado

O Meio ambiente é a nossa vida, é o nosso respirar, a água que bebemos, nossa saúde. É o nosso futuro” afirmou a secretária em entrevista

 

A secretária Andréa Vulcanis relatou a importância da gestão ambiental em Goiás durante o programa O Mundo em sua Casa, da RBC, na última quinta-feira, 10. Ao lado dos jornalistas Luzeni Gomes e Écio Santana, Andréa explicou a ampla atuação da pasta como interlocutora para a garantia da qualidade de vida do ser humano.

O meio ambiente é o nosso cotidiano, é o lugar onde estamos, e que precisa ter qualidade. Não se trata só dos animais”, disse Andréa, que também explicou o papel de uma Secretaria do Meio Ambiente. “As atividades e empreendimentos que usam os recursos naturais precisam da autorização do Estado para que ajam de forma adequada, sem causar danos ao meio que vivemos”, reforçou.

Ao ser questionada sobre as propostas para melhorar a gestão ambiental no Estado, Andréa vê com otimismo o uso dos recursos tecnológicos para uma gestão mais eficiente. “A realidade que encontramos na Secretaria de Meio Ambiente de Goiás, é de que todos os procedimentos autorizativos e licenças têm demorado muito. Por isso, umas das nossas iniciativas é transformar a gestão ambiental da era analógica para era digital”, explicou.

 

Centro de Monitoramento

Durante a entrevista, a secretária ainda reforçou que já está sendo proposto a criação de um centro de monitoramento para uma atuação mais estratégica. “A fiscalização de campo é importante, mas precisamos fazer um análise estratégica. Com as imagens e todo o conjunto de informações geradas, vamos poder acompanhar as atividades que estão degradando o meio ambiente à distância”, disse.

A secretária aproveitou a oportunidade para falar sobre a equipe da pasta, que vai atuar com seriedade e eficiência. “Recebi como orientação do governador para compormos a pasta com pessoas extremamente capacitadas, para realizar um trabalho com seriedade e que possam arregaçar as mangas de verdade para enfrentar as questões ambientais aqui em Goiás”, afirmou Andréa.

 

 

 

 

 

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.