Reunião sobre Meia Ponte reúne 120 produtores em Inhumas

A situação hídrica da Bacia do Alto Meia Ponte foi o principal tema de uma reunião entre produtores, autoridades e representantes de classe nessa terça-feira, 03/09, no Sindicato Rural de Inhumas. O Governo de Goiás foi representado pelos secretários Andréa Vulcanis (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e Antônio Carlos Lima Neto (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). 

O evento reuniu cerca de 120 pessoas, entre elas, o prefeito de Inhumas, João Antônio, a superintendente Camila Dantas (Saneago) e a consultora Jordana Sales (Faeg).

A secretária Andréa Vulcanis contou que esteve no local há cinco meses (no último dia 4 de abril) e comemorou poder voltar com promessas cumpridas. “Eu disse a vocês que não agiríamos com truculência. Esse é um novo momento da gestão, onde o produtor não é tratado como vilão”, disse Vulcanis. A secretária defendeu a manutenção das outorgas autorizadas na Bacia, da irrigação no período noturno e ressaltou que, com gestão e ações concretas para a recuperação da Bacia e o uso consciente da água, é possível garantir os usos para a cidade, indústria e produção rural. 

Nessa segunda-feira, 02/09, o Ministério Público de Goiás ajuizou ação civil pública requerendo a suspensão de todas as outorgas na Bacia do Alto Meia Ponte para garantir o abastecimento público na Região Metropolitana de Goiânia. A secretária refutou a ação e ressaltou que ela não é necessária, uma vez que há água disponível para todos os usos nesse momento, considerando as restrições que já foram impostas. Suspender  as outorgas apenas acirraria o conflito pelos usos na Bacia acionando água a mais na vazão remanescente no Rio, já que nenhum excedente tem como ser reservado. 

A secretária também pediu aos produtores que se atentem ao fim do prazo do Cadastro de Usuários de Recursos Hídricos, para que a Secretaria possa conhecer a real demanda dos mananciais e, com os dados, regularizar a situação dos produtores.

Cadastro - Até o próximo dia 13/09, a Semad está cadastrando os usuários de água dos Rios Meia Ponte e Piancó. O objetivo é garantir a disponibilidade hídrica para atender os usos múltiplos da água. 
 
Por meio do sistema on-line, os usuários de água dos rios Meia Ponte e Piancó que não possuem outorga poderão se cadastrar de forma simples, inserindo informações como identificação do usuário, localização do empreendimento e finalidade de uso.

O cadastro pode  ser  feito pelo próprio usuário no endereço: https://portal.meioambiente.go.gov.br/cadurh