Boletim Queimadas: Goiás tem semana com taxa zero de incêndios em unidades de conservação

O Estado de Goiás registrou uma semana sem qualquer ocorrências de incêndios em suas unidades de conservação ambiental. O dado está no Boletim Queimadas nº 06, levantamento realizado pelo Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo) da Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

VEJA AQUI O BOLETIM QUEIMADAS 06 - SEMANA (06/07 a 12/07)

Segundo o relatório, no entanto, em relação à semana anterior, houve um aumento de 45% no número de queimadas registradas, de 51 para 74. A principal preocupação da Semad, hoje, é a região Sudoeste do Estado, que sozinha concentrou 47% dos focos, 35 dos 74. O município de Turvelândia liderou o registro de queimadas, com 7 casos.

O Estado de Goiás já ultrapassou a barreira dos 50 dias sem chuvas e mantém uma média de umidade relativa do ar entre 20% a 30%. Segundo André Amorim, gerente do Cimehgo, as projeções dos satélites apontam para uma manutenção da seca e da baixa umidade para as próximas semanas. “O momento é de redobrar o alerta para as queimadas nas regiões urbanas, que pioram significativamente a qualidade do ar. Em tempos de pandemia, com o sistema hospitalar sobrecarregado, o cenário demanda mais atenção coletiva”, afirma.

As informações do Boletim Queimadas levam em consideração dados obtidos por meio do satélite de referência aqua (M-T), instrumento em que os focos de calor detectados são utilizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) como referência de dados oficiais. Os focos de queimadas em áreas urbanas são detectados pelo satélite NPP-375.