Semad apresenta estudos de prognóstico dos recursos hídricos para as bacias afluentes do Rio Paranaíba em Goiás

Durante quatro dias, a Semad, por meio da Superintendência de Recursos Hídricos e Saneamento, e da Funape/UFG, apresentou os estudos a membros dos Grupos de Trabalho para acompanhamento da elaboração do Plano de Bacia, instituídos pelos respectivos Comitês das Bacias Hidrográficas


A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da Superintendência de Recursos Hídricos e Saneamento e da Gerência de Instrumentos de Gestão, e a Fundação de Apoio à Pesquisa da Universidade Federal de Goiás (Funape/UFG), apresentaram, entre os dias 15 e 18 de setembro, os estudos de prognóstico dos recursos hídricos para as bacias afluentes do Rio Paranaíba em Goiás, parte integrante dos Planos de Recursos Hídricos das Unidades de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos do Estado de Goiás (UPGRH) afluentes ao Paranaíba que está sendo elaborado sob a coordenação da Semad.

Nas reuniões remotas estiveram presentes os membros dos Grupos de Trabalho para acompanhamento da elaboração do Plano de Bacia, instituídos pelos respectivos Comitês das Bacias Hidrográficas. Previstos na Política Estadual de Recursos Hídricos, os Planos de Recursos Hídricos são instrumentos importantes na construção da agenda dos recursos hídricos do Estado, prevendo ações para a gestão, estudos, projetos, obras e investimentos prioritários.

Em Goiás, em função da ampliação da demanda pelos usos dos recursos hídricos associada ao desenvolvimento econômico e social do Estado, a gestão das águas tem ganho importância nos debates e preocupações da sociedade e conquistado alguns avanços, como a elaboração e aprovação do Plano Estadual de Recursos Hídricos, participação no desenvolvimento do Plano de Recursos Hídricos do Rio Paranaíba, e a instalação dos Comitês de Bacias Hidrográficas em rios sob domínio do Estado, que têm como atribuição aprovar os planos das respectivas bacias.

A atuação da Semad, enquanto ente governamental responsável pela administração dos recursos hídricos no Estado, inclui planejar suas ações a partir de uma visão integrada dos diferentes usos da água, de modo a proporcionar a preservação de seus ecossistemas aquáticos e garantir a otimização do uso da água no estado de Goiás.

Os prognósticos apresentados consideram as questões atuais de gerenciamento dos recursos hídricos, destacadas nos diagnósticos das bacias, identificam questões emergentes e ameaças potenciais, avaliam as incertezas e seus impactos no desenvolvimento futuro, consolidando cenários sobre a dinâmica entre as disponibilidades e as demandas ao longo do tempo.

Para o desenvolvimento dos estudos, a Semad celebrou contrato com a Funape/UFG visando a atualização e elaboração dos Planos de Recursos Hídricos das UPGRH: Afluentes Goianos do Baixo Paranaíba; Rio dos Bois; Rio Meia Ponte; e Rios Corumbá, Veríssimo e porção goiana do rio São Marcos. Juntamente com os Planos de Recursos Hídricos de cada UPGRH, serão apresentadas proposta de enquadramento, diretrizes para a outorga e um resumo do plano para cada município da bacia, contendo as informações gerais do Plano e as principais ações a serem implementadas.

As informações dos planos podem ser acessadas clicando aqui.