Turistas celebram #UmDiaNoParque unindo lazer, consciência ambiental e preservação

As atividades ocorreram no Parque Estadual da Serra de Caldas Novas (PESCaN), Parque Estadual de Terra Ronca (PETeR), Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco (PEAMP), e Parque Estadual Telma Ortegal (PETO). Além disso, um festival foi transmitido via plataforma YouTube no início da noite deste domingo

 

Ocorreu na última semana a terceira edição do Projeto ‘Um Dia No Parque’, ocasião em que muitos turistas goianos e de outros estados participaram de atividades desenvolvidas em parques estaduais, cujo objetivo é promover e valorizar as Unidades de Conservação (UC) brasileiras. Iniciado em 2018, a edição deste ano foi realizada de maneira especial, em respeito às normas de segurança e controle da disseminação da Covid-19. Em todo o País, 170 UCs participaram do evento.

Sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), a iniciativa integra uma mobilização nacional. De acordo com o gerente de Uso Público, Regularização Fundiária e Gestão Socioambiental de Unidades de Conservação da Semad, Eric Rezende Kolailat, o tema central adotado para a edição 2020 é “qual a sua conexão com a natureza?”.

Em nível nacional, a iniciativa é da #UnidosCuidamos, coalizão Pró-Unidades de Conservação, formado por um grupo de instituições comprometidas com a valorização e defesa das unidades de conservação do país. Diferentemente do que ocorre em todos os anos, a edição de 2020 sofreu adaptações em virtude da Covid-19.

De Ubatuba, litoral paulista, as visitantes Djanete e Núbia ficaram impressionadas com o estado de preservação do Parque Estadual da Serra de Caldas Novas (PESCaN). O local, que é uma das quatro UCs goianas participantes da edição 2020 do Um Dia No Parque, tratou da infância e natureza – conexão das crianças com o parque.

Para Marcos, um garoto também do estado de São Paulo, ainda que o tempo seco tenha diminuído o fluxo de água nas cachoeiras, que é um grande atrativo no local, ainda assim valeu a pena a visita ao PESCaN. “Mesmo sem água eu consegui me ambientar com a natureza e os animais”, relatou o turista ao destacar a exposição com animais empalhados, situada na entrada do parque.

Plínio e Ricardo Augusto, ambos de Goiânia, além de ressaltar a vista do parque, evidenciou o cuidado e preservação da fauna e flora do local. “Este é um dos melhores locais que já pedalamos, com trilhas bem organizadas, o que dá tranquilidade aos visitantes”, disseram os turistas.

Além do PESCaN, as atividades relativas ao Um Dia No Parque ocorreram em outras três UCs. São elas o Parque Estadual de Terra Ronca (PETeR), com atividades voltadas para a conexão com natureza – meditação em unidade com a natureza; Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco (PEAMP), que tratou da reconexão com natureza e saúde integrativa – o papel do parque neste momento de pandemia; e Parque Estadual Telma Ortegal (PETO), que abordou a integração da família – o papel do parque como espaço de integração entre pais e filhos.

Quem visitou o PETO, em Abadia de Goiás, ressaltou a segurança como ponto de destaque do local, além das belezas naturais preservadas. Paulo, que levou as duas filhas para pedalar no parque, elogiou o espaço e o trabalho realizado pelas equipes da Semad e Batalhão Ambiental da Polícia Militar. “Opção de lazer para a família com trilhas e diversos passeios”, destacou o visitante.

Festival

Além das atividades desenvolvidas nas quatro UCs de Goiás, em comemoração aos 20 anos do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), um festival foi apresentado neste domingo via plataforma YouTube. A temática abordada foi ‘Saúde e Natureza’, considerando a necessidade de aproximação e contemplação da natureza, algo essencial para a vida humana.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.