Outorga ágil ajuda os municípios, como Catalão, a melhorarem a qualidade de vida de sua população

“Quero agradecer a agilidade dos servidores que nos deram suporte neste processo e que sempre nos orientaram com a maior atenção. Muito obrigado”, relata o responsável pelo Departamento de Projetos da SEMMAC, Alfredo Arantes Guimarães Silveira, em relação à rápida ação da Semad na liberação da licença via WebOutorga. Estrutura, com extensão de mais de 500m, 8m de largura e entre 3,5m e 4m de altura, deve pôr fim aos alagamentos e inundações recorrentes no Centro da cidade

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Catalão (SEMMAC) reconheceu os esforços e agilidade do corpo técnico da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) na análise e liberação de um projeto de infraestrutura fundamental para a região central do município. Na última semana a pasta publicou uma portaria de outorga que autoriza a prefeitura ampliar o trecho urbano de canalização do Ribeirão Pirapitinga, ação que trará muitos benefícios e qualidade de vida para a população catalana.

“Na semana passada tivemos a portaria de outorga da canalização emitida pela Semad. Creio que seja a primeira desta modalidade via plataforma WebOutorga. Quero agradecer a agilidade dos servidores que nos deram suporte neste processo e que sempre nos orientaram com a maior atenção. Muito obrigado.” O reconhecimento é do responsável pelo Departamento de Projetos da SEMMAC, Alfredo Arantes Guimarães Silveira. 

De acordo com o gerente de Outorga da Semad, Og Arão, o projeto prevê a extensão de mais de 500m na canalização que vai interligar as avenidas Raulina Fonseca Paschoal e Leopoldo Evangelista da Rocha, na região central da cidade. “Isso é resultado de esforços da Semad, sob o comando da secretária Andréa Vulcanis, especialmente desta gerência, em otimizar as análises. Com isso, conseguimos dar celeridade e reduzir os prazos para a emissão de portarias e, assim, trazer benefícios à toda a cidade”, afirma.

Além do prolongamento entre ruas e avenidas do centro de Catalão, o projeto vai minimizar os impactos e danos causados pelas chuvas no local. Pela configuração da nova estrutura, que considera aspectos geográficos do município, o trecho do ribeirão, que após a canalização terá cerca de 8m de largura e entre 3,5m e 4m de altura, deve pôr fim aos alagamentos e inundações recorrentes.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.