Semad lança Monitor de Queimadas para prevenção de incêndios florestais

Ferramenta alia precisão de satélites ambientais com geotecnologia e detecta pequenos focos de incêndios de até 3m². Informações são compartilhadas com a Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), defesas civis municipais, secretarias de Meio Ambiente dos municípios, coordenações de Unidades de Conservação e demais órgãos da Administração Pública


O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), lança nesta sexta-feira (03/06), durante a Semana do Meio Ambiente, mais uma importante ferramenta tecnológica na proteção dos recursos naturais. O Monitor de Queimadas alia precisão de satélites ambientais com geotecnologia e detecta pequenos focos de incêndios de até três metros quadrados, permitindo assim a previsibilidade de utilização de mão de obra necessária ao combate.

Conforme destaca a secretária Andréa Vulcanis, devido às condições climáticas e características do bioma Cerrado, os incêndios em Goiás são um problema recorrente no período de maio a outubro. Pensando nisso a Semad, por meio do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (CIMEHGO), investiu em uma ferramenta inovadora que facilita o combate a pequenos focos antes que atinjam grandes proporções.

Ainda de acordo com a secretária, a tecnologia tem sido a melhor aliada no combate e controle aos incêndios que provocam grandes prejuízos ao meio ambiente, às pessoas e ao setor produtivo. O Cimehgo já monitora os focos de queimadas e emite boletins e mapas com prognósticos de risco de incêndio e áreas de maior probabilidade de ocorrência em todo o Estado.

Rede de proteção

 

De acordo com o gerente do Cimehgo, André Amorim, o Monitor de Queimadas cria uma rede de proteção e disseminação de informações entre todos os órgãos parceiros, a exemplo da Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), as defesas civis municipais, secretarias de Meio Ambiente dos municípios, coordenações de Unidades de Conservação e demais órgãos da Administração Pública.

Com o Monitor de Queimadas, quando um foco de incêndio é detectado em qualquer área dos 246 municípios goianos, os responsáveis recebem uma mensagem automática via aplicativo de troca de mensagens e também por e-mail. De uma forma simples e descomplicada, a ferramenta possui uma plataforma simples e eficaz, capaz de prevenir incêndios de grandes proporções todo o território goiano.

Ainda de acordo com o gerente André Amorim, além da rede de troca de informações oriundas do Monitor de Queimadas, a sala Situação de Monitoramento de Riscos e Desastres Naturais, do Cimehgo, em Goiânia, contém um sistema sonoro para alertar sobre qualquer intercorrência e, assim, avaliar avanço ou regressão do incêndio no local. “Ele assegura não só a preservação do bioma Cerrado, mas também que os produtores rurais não percam suas lavouras e maquinários, garante melhores condições de saúde à população que sofre com problemas respiratórios durante o período de seca, entre outros”, finaliza a secretária Andréa Vulcanis.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.